Google+

17 de jan de 2009

Mercedes-Benz 280 C

Mercedes-Benz 280 C 1972

“Oh lord, won`t you buy me a Mercedes-Benz ?”. Com esta frase singela Janis Joplin começava uma de suas canções mais conhecidas de todos os tempos. Apesar de desfilar em um belo Porsche 356, a estrela sonhava, sem trocadilhos, com mais uma estrela na garagem.



Clássico

Painel

Classe

Coração

Detalhe


VÍDEO



O ensaio desta semana traz como destaque um belo exemplar da marca. O 280 C ano 1972 esbanja vitalidade e charme. A história do carro, bem como suas características técnicas, o leitor fica conhecendo logo abaixo, através das palavras do próprio dono:

"Em abril de 1972 foi lançado este motor de 2746 cm³ de cilindrada, duplo comando de válvulas, carburação SOLEX 4A1 e potência de 160 cv a 5500 rpm, que chegava a 190 km/h e acelerava de 0 a 100 km/h em cerca de dez segundos. Utilizava pneus radiais 185/60 aro 14 e freios a disco nas quatro rodas. Na parte externa, a dupla saída de escapamento chamava a atenção, além da antena elétrica de fábrica.

Este exemplar conta ainda com direção hidráulica e ar condicionado de fábrica e câmbio manual de quatro velocidades; opcionalmente podia receber um câmbio mecânico de cinco velocidades (raro) ou ainda um automático, embora essa versão manual seja reconhecida como a mais "divertida".

Os charmosos faróis auxiliares eram um acessório de época, embora item não original de fábrica. A linha W114 também foi obra do designer Paul Bracq, o mesmo criador das SL "Pagoda". Ela também ficou conhecida como "/8", pois foi lançada em 1968 e durou até 1976, quando foi substituída pela W123".
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails