Google+

28 de fev de 2009

Mustang Mach 1

Mustang

Em meados da década de 60 os muscle cars chegaram para ocupar um lugar especial nas ruas e nos corações de milhares de pessoas. Com gasolina barata e disposição para acelerar, deixaram marcas profundas na cultura automotiva norte-americana (no asfalto também, é claro).



Mach 1

Trava de capô

351 V8

Interior

Detalhe

Brilho


VÍDEO



Um dos ícones do período foi o Mustang, que teve algumas versões mais nervosas. Dentre elas se destaca o imponente Mach 1, com estilo de sobra e cavalaria pesada debaixo do extenso capô. Na época o comprador podia escolher dentre dezenas de opções, desde a transmissão passando pelos motores de diferentes tamanhos até chegar à tabela com dezesseis cores!

O clássico das fotos é um belo representante da safra 1973, considerada a última verdadeiramente clássica. No ano seguinte, o carro mergulharia em uma fase de ostracismo, que duraria aproximadamente treze anos, e a crise do petróleo, aliada aos programas anti-poluição, estrangularia os motores de muitas polegadas cúbicas.

Este carro, por incrível que pareça, nunca foi restaurado e tem uma história quase inacreditável desde que desembarcou por aqui. O primeiro dono comprou-o zero quilômetro e simplesmente deixou o puro-sangue em cima de cavaletes durante 25 anos, segundo me contou o atual proprietário. Isso mesmo. Ele apenas dava partida no esportivo e deixava o motor e funcionamento por alguns minutos.

Por esse motivo o odômetro marca apenas 29 mil milhas originais até chegar aos dias de hoje, com seu terceiro dono. Para fechar o texto, vale ressaltar que o Mach 1 só bebe gasolina Podium e esbanja vitalidade. Certamente o cavalinho na grade não via a hora de uma boa reta para cavalgar um pouco, não é mesmo? Até a semana que vem!
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails