Google+

23 de ago de 2009

BMW R60

BMW

Jóia rara. Desse modo podem ser definidos alguns veículos e motocicletas clássicas ao longo dos anos. Máquinas que se destacaram pelo estilo, desempenho ou importância histórica. É o caso da BMW R60, que teve uma produção total de pouco mais de 20 mil unidades e se converteu em um ícone da empresa.



R60

1966

Detalhe

Tradição



Estilo



A versão foi produzida ao longo de treze anos, se tornando um símbolo da marca alemã no mundo todo. Ela era equipada por um propulsor boxer refrigerado a ar, com dois cilindros, 594 cm³ de cilindrada e 30 cv brutos. A potência aliada ao baixo peso permitia uma velocidade máxima de 145 km/h. Importante destacar também a transmissão feita por eixo cardã.

Além de ser extremamente confiável, o modelo ficou famoso também pela aventura de Danny Liska, que partiu do Alasca e foi rodando com uma delas até a Terra do Fogo em 1960. A aventura se tornou um livro chamado “Two wheels to adventure”. Mais tarde ele se lançou em uma nova jornada com a amiga de duas rodas, atravessando a África de norte a sul.

Outra característica da R60 foi a grande quantidade de acessórios disponíveis. Assentos duplos mais largos ou individuais, pequenos bagageiros traseiros e side cars (como o exemplar desta matéria) transformaram-na verdadeiramente em um sucesso. Isso ajuda a explicar porque ela ocupa um lugar especial no coração de todo motociclista apaixonado por raridades.
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails