Google+

19 de dez de 2009

MGB Roadster

MGB

“Para ganhar velocidade, adicione leveza”. Essa frase, atribuída ao imortal Colin Chapman, sempre foi seguida à risca pelos fabricantes dos pequenos roadsters ingleses. Usando a fórmula simples da relação peso/potência modelos imortais foram produzidos ao longo dos anos. Um deles é o que vamos conhecer de perto nesse sábado: o MGB 1974.



1974

Motolita










VÍDEO



A primeira coisa que chama a atenção no carro é justamente seu tamanho. Além de ser compacto, tem um estilo cheio de classe e elegância, bem à moda britânica. Olhando de longe o destaque vai para as belíssimas rodas de cubo rápido. Sem dúvida, um dos itens que tornam o clássico pra lá de charmoso.

A cor “british racing green” é a preferida de dez entre dez puristas e, assim como a boa educação inglesa, nunca sai de moda. Repare também no interior caramelo do roadster, o volante Motolita e a excelente posição de dirigir. Esse é um daqueles carros que pedem um ritual antes de sair da garagem, como silêncio absoluto antes de girar a chave.

Ao dar a partida o motor de quatro cilindros, com 1.789 cm³ de cilindrada e 94 cv brutos responde ao sinal de chamada com um belo ronco. Uma pisada mais vigorosa recebe pronto retorno dos carburadores duplos. Música para os ouvidos.

Andando pela rua é possível notar duas coisas. A primeira é que todo mundo repara a elegância do MG em movimento. A segunda é mais simples: os conversíveis fazem um bem danado pra saúde. Com ele você pode tomar o sol da manhã – mais saudável – e estimular a circulação, pressionando com vontade o pé direito no acelerador.

Bom fim de semana a todos!
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails