Google+

22 de mai de 2010

De Tomaso Pantera: paixão italiana em preto-e-branco

De Tomaso

“De todos os meios de expressão, a fotografia é o único que fixa para sempre o instante preciso e transitório. Nós, fotógrafos, lidamos com coisas que estão continuamente desaparecendo e, uma vez desaparecidas, não há mecanismo no mundo capaz de fazê-Ias voltar outra vez. Não podemos revelar ou copiar uma memória” (Henri Cartier-Bresson).



Pantera



Fúria em P&B






VÍDEO (as cores ganham vida)



A frase acima, de autoria do genial fotógrafo francês, fala de algo único, especial e que, a partir do momento em que é captado, passa a existir em outra dimensão. A fotografia é a única coisa que consegue parar o tempo, congelar o instante, eternizar minutos e segundos. Basicamente, produzir lembranças de bolso ou digitais, como temos hoje em dia.

O simples fato de observar detidamente uma foto nos transporta para um momento único e traz à tona pensamentos próprios e particulares sobre aquele pequeno espaço no passado. Uma oportunidade singular de voltar no tempo.

Com os carros é a mesma coisa. Alguns veículos mostrados no blog já foram vendidos, mas ficaram eternizados nessa garagem virtual, protegidos do sol, chuva e sempre no melhor estado de conservação. É quase um museu, imutável mas que ao mesmo tempo ganha vida através dos vídeos.

O De Tomaso Pantera GTS foi o escolhido para ilustrar a primeira seqüencia de fotos em preto e branco. As imagens são inéditas e mostram o carro em seu estado mais primitivo, sem cor, onde as linhas agressivas da carroceria se destacam, exatamente como surgiram na mente de Tom Tjaarda.

E no silêncio desse mundo – aparentemente – sem emoções podemos notar alguns detalhes únicos, como as rodas de 17 polegadas, a caixa de câmbio e os escapamentos traseiros. No cockpit, repare na grelha entre os bancos, onde a alavanca se move rapidamente, produzindo um ruído metálico característico.

O motor 427 V8 de alumínio se sobressai, com um aspecto ameaçador e em sua vertente mais bruta, assim como um diamante em estado natural. O carburador quadrijet forma uma bela – e única – composição visual. Potência bruta: 440 cv. Não é à toa que ele se destaca nas provas de "Quilômetro Lançado" realizadas no país desde a década de 90.

Quando é dada a partida, o colorido ganha vida. E o desenho novas dimensões. É o que o leitor acompanha no vídeo, onde a cor vermelha espelha toda a agressividade do desenho. O rugido do motor ecoa pelas paredes da garagem e o bólido está pronto para despejar toda a sua fúria no asfalto...
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails