Google+

14 de out de 2010

Cinema automotivo - Christine



Nessa semana o destaque vai para um dos filmes mais fantásticos do gênero automotivo já produzidos. Stephen King, o mestre do suspense, escreveu a história e, com base no livro, foi produzido este clássico que atravessa o tempo enfeitiçando gerações de espectadores.





A história é típica das produções norte-americanas. Arnie Cunningham é um jovem tímido que sofre a pressão e brincadeiras de mau gosto de um grupo de delinqüentes da high school. Isso até ele encontrar Christine, um Plymouth 1958 abandonado em um quintal velho dentro de um beco recheado de velharias. O modelo exerce fascínio imediato sobre ele e a trama começa a ganhar forma. O que ele não sabia é que a máquina tinha personalidade demoníaca e vida própria.

Após a compra, os problemas começam quando a família não permite que o carro seja guardado na garagem. Arnie tem que procurar um estacionamento. No decorrer do longa é possível perceber como o carro vai mudando e moldando a personalidade do jovem.

Dias e noites na garagem são gastos para deixar o veículo como novo. Mas quando o grupo de arruaceiros descobre o endereço do local, resolve visitar o galpão e destruir o clássico. Como se pode imaginar, a revolta toma conta do garoto. Mas não se preocupe. Christine não vai deixar barato.



A vingança começa sempre de madrugada. Um a um, os "inimigos" de Arnie serão perseguidos sem piedade, com direito a cenas de ação e uma trilha sonora de primeira linha. No rádio do carro só clássicos dos anos 50, incluindo rock and roll e boas doses de doo wop.

Com o passar dos meses, os amigos percebem que o jovem tímido já está longe do padrão comum e dedica todo seu tempo para o Plymouth. Eles resolvem fazer algo, mas Christine parece não gostar da idéia...
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails