Google+

13 de out de 2010

[Test-drive] Porsche Cayenne Turbo 2011



O leitor do blog pôde acompanhar o test-drive com a Cayenne S no mês passado. A versão 2011 tem carroceria de aço galvanizado e é 180 kg mais leve do que a anterior. O design também recebeu retoques e ficou mais limpo e esportivo.





O ronco do motor não entrega sua maior qualidade: o desempenho. Em baixa rotação, o V8, biturbo, de 4,8 litros e 500 cv brutos é silencioso e discreto. Mas basta afundar o pé para que o aspecto visceral da versão venha à tona. E como.

A primeira visão do motorista é a de um legítimo Porsche. O conta-giros em destaque no centro do painel deixa claro que o comprometimento da marca é o mesmo. Do lado direito é possível observar as informações do computador de bordo e pressão do turbo através de alguns toques no volante.

O test-drive, tendo como guia Maurizio Sala, foi bem pensado, com um trecho de reta e outro para slalom, onde foi possível notar a atuação do PDCC, o controle dinâmico do chassi, que controla a oscilação da carroceria. Durante a manobra ela se comporta como um veículo bem menor.

Na hora de acelerar a satisfação de sentir o corpo afundar no banco. A potência brutal faz com que a paisagem passe mais depressa, o - excelente - câmbio Tiptronic S de oito marchas faz a troca no limite de giros e o som do V8 ecoa no ar.

A frenagem, por sua vez, transmite total segurança e confiabilidade. Isso sem falar nos diversos controles de tração, estabilidade e o PTV Plus, de série nessa versão, que distribui o torque uniformemente entre as rodas.

Nos vemos no próximo!
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails