Google+

21 de nov de 2010

Dodge Charger SE 1973: um cidadão norte-americano entre nós

Dodge Charger

Estilo, tradição e performance. Em meados dos anos 60 e início dos 70 os carrões norte-americanos esbanjavam carrocerias musculosas e muitas polegadas cúbicas debaixo do capô. O torque monstruoso movia as máquinas com ligeira facilidade e o som do propulsor borbulhando pela rua influenciou mais do que uma geração de jovens.



SE

1973

400 V8



Magnum

Big Block


VÍDEO



Por aqui chegaram poucos muscle cars na época. Porém, nos dias de hoje eles estão desembarcando – em quantidade crescente – para brilhar em exposições e encontros de carros antigos. Modelos que há poucos meses rodavam em Los Angeles ou em um ponto remoto no sul dos Estados Unidos, estão conhecendo novos lugares.

É o caso desse exemplar ano 1973. O Dodge Charger SE, equipado com teto solar de fábrica, tem um pouco de cada coisa que eu falei no primeiro parágrafo. O ronco do motor 400 V8, com quadrijet, faz tremer o chão à sua volta e ecoa pelas paredes da garagem.

A versão das fotos era a top de linha, com itens de conforto exclusivos. O painel traz instrumentação completa (rallye) e permite ao motorista monitorar toda a usina de força. Uma das coisas mais legais nesses carros, contudo, é dirigir tendo o capô à sua frente. Fantástico!

Falar de Dodge é também falar de Richard Petty, uma das maiores lendas da Nascar. Duzentas vitórias e sete títulos no currículo fizeram do piloto um símbolo da categoria e também da Mopar. Os bólidos azuis pilotados por ele foram para o hall da fama e estampam pôsters na parede de diferentes lugares nos quatro cantos do globo.

Um dos campeonatos de Petty foi conquistado – justamente – a bordo de um Charger 1972, com a mesma carroceria do clássico das fotos, mas equipado por um mitológico 426 Hemi. Naquela temporada foram oito vitórias e sintonia completa entre homem e máquina.

O leitor pode conhecer, a partir desse ensaio, um novo aparato para dar um toque a mais nas filmagens. O suporte de câmera com ventosa permite explorar novos ângulos e perspectivas - quase - cinematográficas. Aguardem novidades.
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails