Google+

17 de dez de 2010

Carros legais - Bentley 4.5 Litre

Foto: Wikipedia

Walter Owen Bentley veio de uma grande família, com vários irmãos e irmãs. Capitão da Royal Naval Air Service durante a 1ª Guerra Mundial, desenvolveu um sistema de rotores para os lendários motores Clerget – refrigerados a ar – utilizados nos biplanos de combate ingleses, chamados de BR1 e BR2. Por esse motivo, foi condecorado pela rainha com o MBE.



4 1/2 Litre onboard em Le Mans




O fabuloso Speed 8




Além da honraria, ganhou um incentivo de 8 mil libras pela invenção. Desse modo, associou-se a seu irmão e, no ano de 1919, fundou a Bentley Motors. A história, nesse ponto, ganharia novos fatos e personagens. A primeira criação de Bentley foi um carro revolucionário. Esse modelo – chamado de 3 Litre – foi o primeiro a utilizar um motor de quatro válvulas por cilindro. Pesando quase duas toneladas e com um motor de quatro cilindros (2.996 cm³), faturou as 24 horas de Le Mans no ano de 1924, segundo ano de realização da prova.

A pequena fábrica inglesa já estava dando trabalho para as tradicionais concorrentes. Ettore Bugatti chegou até mesmo a dizer que o 3 Litre era “o caminhão mais rápido do mundo”, em alusão ao seu elevado peso. Mas W.O. – como era conhecido – não era um dos melhores administradores e vendeu a maior parte das ações da empresa, cuidando, a partir daí, do design e desenvolvimento de novos modelos.

A fábrica passou a ser controlada pelos Bentley Boys, um grupo de jovens membros da aristocracia que conduziria o esportivo às vitórias na pista francesa, nas edições de 1927, 1928, 1929 e 1930. Dentre eles, se destaca Joel Barnato – filho de um magnata do diamante – que pilotou o carro nos três últimos anos.

Voltando à nossa história, foi desenvolvido um modelo mais rápido, o 4.5 Litre Supercharged, com 175 cavalos de potência. A maior característica desse bólido era a presença de um vistoso blower à frente da grade dianteira, entre os faróis. Para fechar a série de carros velozes, o Speed Six – com seis cilindros e 6.597 cm³ – foi uma das maiores criações, sendo o responsável pelas duas últimas vitórias no circuito de La Sarthe.

Após a crise na bolsa de valores de Nova York, os sócios da empresa sofreram um abalo econômico, o que acabou por prejudicar o desenvolvimento de novos carros e ocasionou a venda da fábrica para a Rolls-Royce em 1931.

Walter Bentley se casou três vezes e não teve filhos, falecendo no início da década de 70. Em 2003, um modelo da marca – o Speed 8 – venceu as 24 horas de Le Mans, após 73 anos de jejum. Certamente, o velho W.O. estava lá, na linha de chegada, sorrindo ao ver seu “caminhão” superando todos os adversários.
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails