Google+

9 de set de 2011

Maverick GT fica mais divertido com 260 cv



Nos idos da década de 70 não havia internet, o trânsito era menos congestionado e a molecada sonhava em ter um V8 na garagem para pisar fundo aos finais de semana. Para a maioria isso se resumia a um sonho distante, já que esses esportivos custavam milhões de cruzeiros.



Em 1973 a Ford apresentou sua “arma”: o Maverick GT. Carroceria fastback, faixas pretas cortando a carroceria e rodas de aço de 14 polegadas. O interior trazia o volante fino e o pequeno conta-giros entre os instrumentos. Debaixo do capô um motor V8, de 5.0 litros e 199 cv.

Mas no caso desse exemplar da matéria a história é outra. Ele respira originalidade no estilo, mas recebeu um veneno clássico que elevou sua potência para aproximadamente 260 cv. O sistema de escapamento, por sua vez, foi todo customizado, para ronronar com fúria em cada esticada.

Vamos aos detalhes “maldosos”. O carburador de corpo duplo deu lugar a um de corpo quádruplo da Holley, comando de válvulas da Crane e coletor de admissão Edelbrock. Tudo isso forma uma bela sinfonia, que chega às ruas através da saída 8x2.

Fechando o pacote a transmissão de quatro marchas deu lugar a uma Tremec T5, de cinco velocidades, com engates precisos. Desse modo, basta pisar fundo, sentir o corpo colar no banco e, claro, deixar duas longas listras pretas no asfalto. Como um legítimo muscle car.
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails