Google+

5 de nov de 2011

Muscle car: caras maus dirigem um Charger R/T 68



“Mopar or no car”. Mais do que palavras, um grito de guerra dos apaixonados pelas máquinas da Dodge, Chrysler e Plymouth nos quatro cantos do globo. Especialmente nos Estados Unidos, as marcas têm seu público fiel e – quase – fanático.



O Charger foi lançado em 1966, ainda seguindo um estilo mais conservador, porém com a tradicional grade fechando toda a dianteira. A primeira reestilização ocorreu dois anos mais tarde, assim como o lançamento da versão mais esperada: a Road and Track, ou simplesmente R/T.

O modelo ficou imortalizado através do cinema. No filme Bullitt o clássico divide a cena com o Mustang pilotado por Steve McQueen. A cena tem onze minutos de duração e deixa a platéia prendendo o fôlego até o desfecho. As ruas de San Francisco até hoje atraem turistas em busca do set de filmagem original.

Mas vamos ao clássico das imagens. O bólido atrai olhares de admiração e medo por onde passa (afinal, não dá pra separar uma imagem da outra). Debaixo do capô temos um V8, com 440 polegadas cúbicas e 390 cv. Brutalidade máxima com tração traseira e transmissão automática.

Guiar o mito é algo único. A cada pisada no acelerador a carroceria balança de forma nervosa e, caso o motorista não tome a devida cautela, a traseira varre o asfalto. Além de um meio de transporte que marcou época, o Charger R/T 68 é verdadeiramente um sinônimo de muscle car. Até!
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails