Google+

4 de dez de 2011

Alfa Romeo GTV: paixão italiana



Uma história de paixão. Aqui no blog já contamos histórias de carros e também da relação muito especial que une os modelos a seus proprietários. E hoje chegou a vez de falar sobre mais uma delas, que tem precisamente 34 anos.



Antes disso, vale a pena conhecer o Alfa Romeo GTV. A história da marca milanesa tem mais de um século de vida, com altos e baixos, mas mantendo sempre clientes e fãs ardorosos em todo esse tempo. Os alfisti ajudam a contar a trajetória da empresa.

O clássico da matéria é um GTV 1974. Os quatro faróis na dianteira são característicos da versão e dão uma identidade amplamente reconhecida no meio antigomobilista. O desenho do Estúdio Bertone casou perfeitamente com a proposta esportiva do modelo.

Debaixo do capô temos um motor todo de alumínio, com quatro cilindros, 2.0 litros e 150 cv. O desempenho chega a ser estimulante pra época. Além disso, ele traz a transmissão manual de cinco marchas e freios a disco nas quatro rodas. Isso sem falar do ronco único.

Guiar a macchina é sempre uma experiência interessante. O giro sobe no mostrador localizado na parte esquerda e estimula uma tocada mais esportiva. As trocas são feitas no câmbio em posição mais alta e o cuore sportivo ronca forte.

Mas como disse no começo, este exemplar pertence ao colecionador Edson Ruas Perez Filho há mais de três décadas. O clássico ficou parado por doze anos e voltou à vida pelas mãos do conhecido Oswaldo de Barros, uma lenda viva em se tratando de carros da marca italiana.

Na próxima semana daremos uma volta a bordo de um SUV de respeito. Aguardem!


Alfa Romeo

GTV



Cuore





Giri
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails