Google+

27 de mar de 2012

BMW 635 CSi: um dos mais belos cupês da Bavária



Estilo e design à frente de seu tempo. Uma palavra pode definir a história desse modelo singular da marca alemã: elegância. Os traços do genial Paul Bracq, que também deu vida a outros modelos clássicos como a Pagoda, parecem não sentir a passagem do tempo e permanecem jovens.



A tradição dos cupês da BMW começou há muito tempo. E assim como os sedãs, a marca conseguiu atingir a perfeição nesse nicho específico do mercado. São modelos estilosos, rápidos e com características verdadeiramente esportivas, além do acabamento primoroso.

Falando em acabamento, vale a pena destacar as rodas BBS, que complementam o visual, bem como a saída central do escapamento. Internamente ponto positivo para a excelente ergonomia, bancos com abas laterais e volante de boa pegada.

Debaixo do capô mais um pouco de tradição bávara. O motor de seis cilindros em linha entrega 218 cv a 5.200 rotações. A transmissão Getrag, invertida, tem cinco marchas e engates precisos. Desse modo o 635 acelera de 0 a 100 km/h em atléticos 7,4 segundos.

O ronco também merece comentários, com um DNA tipicamente alemão e aquela idéia de força bruta. Mas como foi dito no começo, a elegância ainda é sua melhor qualidade, com doses generosas de nobreza. Nos vemos na próxima semana.

BMW 635 CSi

1979





BBS









Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails