Google+

20 de jun de 2012

BMW 2002 Alpina: uma receita venenosa alemã



Um mito das pistas diretamente para as ruas. O 2002 ti preparado pela Alpina é um daqueles carros singulares que representam muito bem a idéia de competição. Além disso, esse é o único exemplar que roda no Brasil.
O estilo chama atenção à distância. Rodas de ferro, as duas cores da carroceria e os faróis auxiliares na dianteira não deixam dúvidas: estamos frente a frente com um puro-sangue. Do lado de dentro volante de três raios e menor diâmetro, roll cage, console central com manômetros extras, transmissão invertida e os assentos esportivos.

O carro tem um ronco bastante peculiar e traz o motor de quatro cilindros em linha, 2,0 litros com carburadores duplos Weber 45, que mantêm o cupê alemão bem alimentado e com disposição para acelerar. A potência é de 170 cv.

Dirigir o carro foi uma experiência interessante. Talvez única. Já tinha tido oportunidade de guiar outros exemplares do 2002, mas esse – sem sombra de dúvida – é especial. O espírito de pista do modelo tem um quê de agressividade latente em seu comportamento dinâmico. Basta pisar fundo para entender a razão de seu sucesso nas pistas e track days.

Nessa semana ainda teremos algumas novidades por aqui. Aguarde!

BMW Alpina 2002 ti Untitled 170 cv Untitled Clássico Detalhes esportivos Untitled Untitled Untitled Chuva
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails