Google+

14 de mai de 2013

Mercedes-Benz 190E 2.3-16: pisamos fundo no sedã preparado pela Cosworth




Rápido. Esportivo. Conservador. Essas três características saltam à vista quando falamos do 190E 2.3-16. Mas uma delas, que ainda não foi falada, define bem seu comportamento: nervoso. O modelo com cabeçote desenvolvido pela Cosworth marcou época e entrou pra história como um dos sedãs mais rápidos de sua época.



A história começou em 1984, quando alguns pilotos de Fórmula 1 foram convidados para a prova inaugural do novo traçado do circuito de Nürburgring. Emerson Fittipaldi não pôde comparecer, mas mandou em seu lugar um novato que faria toda a diferença chamado Ayrton Senna.

O brasileiro não apenas se destacou nos treinos, largando na segunda posição, como também venceu a prova e, além de faturar um exemplar, mostrou qualidades que seriam seu referencial nos anos seguintes e que o levariam à conquista do tricampeonato de Fórmula 1. Curiosamente, Prost largou na pole e chegou em segundo.

Um dos segredos do 190E está debaixo do capô: o motor de 2,3 litros, 16 válvulas e 185 cv a 6.200 rpm. Mesmo com a transmissão automática, como no exemplar avaliado, o desempenho é um de seus pontos fortes, com 0 a 100 km/h na casa dos 7,5 segundos e velocidade máxima de 230 km/h.

Nos vemos na próxima semana!


  Mercedes-Benz190E 2.3-16 Sem título Cosworth Sem título Sem título
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails