Google+

27 de abr de 2014

MINI JCW é uma receita inglesa com tempero alemão e sabor apimentado



Vamos imaginar uma receita. Primeiro o estilo inglês, com um projeto de extremo sucesso comercial. Depois acrescente o tempero alemão, mais forte, austero, ressaltando o gosto com traços fortes. Isso tudo com a capota abaixada e um motor de 211 cv. Pronto: o MINI John Cooper Works está pronto pra sair do forno.

Estamos frente a frente com o roadster na sede da BMW, em São Paulo, minha versão predileta (juntamente com o Coupé), por trazer algo essencial para um esportivo, ou seja, tamanho compacto e dois lugares. Rodas de 17 polegadas, escapamento com válvula que libera os gases e a capota com acionamento manual (gostei disso) fazem dele uma opção interessante, levando-se em conta que não envelhece mais.

O motor THP (usado em vários modelos) com 1,6 litro, turbo e 16 válvulas tem uma preparação própria e, enquanto na versão S disponibiliza 184 cv, aqui diverte motorista e passageiro com 211 cv. Nesse ponto temos o maior diferencial dele em relação às outras versões: o diferencial dianteiro de deslizamento limitado, que resolve - e muito -  a questão das saídas de frente.

Rodando o JCW (simples e rápido para defini-lo) vai direto a ponto. A suspensão é dura e esportiva e as sensações a cada pisada mais forte ficam estampadas no rosto do motorista através de um sorriso. Na versão 2013/14 a transmissão Steptronic substituiu o câmbio manual para o mercado nacional. A meu ver, o único defeito desse fantástico hot hatch.


Valor: RS 159.950 (abril/2014)

Exemplar cedido pela BMW do Brasil




MINI Cooper JCW MINI Cooper JCW MINI Cooper JCW MINI Cooper JCW MINI Cooper JCW MINI Cooper JCW MINI Cooper JCW
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails